Novo relatório do auditor

Os impactos da adoção de um parecer mais aprofundado para auditores e companhias

Workshop/Encontros
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


A crise financeira de 2008 fez emergir um amplo debate sobre a confiabilidade das demonstrações financeiras apresentadas pelas companhias e o papel dos auditores independentes na detecção de fraudes e averiguação de riscos. Desse contexto, surgem mudanças no relatório do auditor independente que passam a vigorar no fim de 2016. De acordo com o novo modelo, o profissional terá que informar os documentos usados como base para a elaboração do parecer, reportar as dificuldades encontradas durante o processo e as áreas de risco mais significativas. Outra novidade é a obrigação de opinar sobre a continuidade operacional da companhia. São alterações que aumentam a utilidade do relatório para investidores e stakeholders, mas, ao mesmo tempo, elevam a responsabilidade do auditor independente. Neste workshop, vamos explicar as mudanças trazidas pelo novo relatório, apresentar as primeiras experiências dos auditores com o formato e entender as expectativas de empresas e investidores em relação à novidade.

Programação
As mudanças trazidas pelo novo relatório do auditor | Rogério Hernandez Garcia, diretor da área técnica do Ibracon

Os resultados da aplicação do novo relatório em outros países | Valdir Coscodai, sócio da PwC e representante da América Latina no IAASB

Debate
• O que companhias e investidores esperam do novo relatório

Convidados

– Renata Souza Santos, gerente da controladoria e normativos contábeis da Vale
– Sergio Govoni, sócio-diretor do Departamento de Práticas Profissionais da KPMG

Clique aqui e confira a reportagem Companhias se preparam para novo relatório de auditoria no Brasil, gerada a partir do workshop.

 


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 4,90 (nos 3 primeiros meses).
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Auditoria Novo relatório do auditor Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Empresas familiares apontam caminhos para engajar herdeiros
Próxima matéria
MP que eleva IR sobre ganhos de capital tem disposição inconstitucional



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Empresas familiares apontam caminhos para engajar herdeiros
Empresários que preparam os herdeiros com antecedência para sucedê-los em um negócio familiar têm muito mais chances...