Startups bilionárias

Empresas brasileiras voltam a atrair a atenção e os recursos de grandes investidores

Grupos de Discussão / Encontros / Venture Capital e Empreendedorismo
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


Em janeiro, a 99 (antes chamada 99taxis) anunciou ter sido alvo de uma nova rodada de investimentos liderada pela chinesa DiDi Chuxing. O valor da transação não foi divulgado, mas o mercado especula que o aporte tenha sido de R$ 320 milhões. O negócio exemplifica o atual cenário das startups brasileiras: nossas empresas voltaram não apenas a atrair a atenção de importantes investidores, como viraram destino de cifras cada vez mais robustas. No mercado internacional, movimento semelhante criou as empresas-unicórnio — denominação dada àquelas que atingem valor de mercado de US$ 1 bilhão em poucos anos. Quais são as características das startups que entraram na mira dos gestores de recursos? Estamos diante de uma safra capaz de atrair aportes cada vez maiores? O que esses investidores esperam das startups brasileiras? Questões como essas foram exploradas no Grupo de Discussão de Venture Capital e Empreendedorismo.

Clique aqui e confira a reportagem Startups-unicórnio: realidade próxima ou só um grande sonho?, gerada a partir do encontro.

Assista ao vídeo com os melhores momentos do encontro.

Ficou curioso? Ouça a íntegra do Grupo de Discussão no Clube de Conhecimento!

Fotos: Régis Filho


Quer continuar lendo?

Você já leu {{limit_offline}} conteúdo(s). Gostaria de ler mais {{limit_online}} gratuitamente?
Faça um cadastro!

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!


Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  startup unicórnios empresas-unicórnio investimentos Derraik e Menezes Advogados Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Conselho deve considerar comunicação item estratégico
Próxima matéria
CVM esclarece aplicação das normas para revolvência em CRAs




Recomendado para você




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Conselho deve considerar comunicação item estratégico
A forma de comunicação de uma empresa com o mercado de capitais influencia diretamente sua credibilidade e, por consequência,...