Inteligência emocional nos boards

Como os aspectos comportamentais podem impactar a dinâmica dos conselhos de administração

Grupos de Discussão / Governança em Cias Abertas / Encontros / 24 de maio de 2017
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão

 

               Patrocínio     

 

1 de agosto – 8h15 às 11h

 


Programação

Incumbidos da desafiadora tarefa de orientar as estratégias das companhias no longo prazo, os conselheiros de administração costumam exibir currículos invejáveis. Não raro esses profissionais frequentaram as melhores universidades no Brasil e no exterior e ocuparam cargos de liderança em renomadas organizações. Certamente importantes, essas características atestam as competências técnicas dos conselheiros. Mas e quanto às suas habilidades para lidar com pessoas? Autor do best seller Inteligência Emocional, o psicólogo americano e pesquisador de Harvard Daniel Goleman popularizou a expressão em meados dos anos 90 mostrando que o QI não é suficiente na formação de um líder de sucesso. Para ele e outros especialistas no assunto, a inteligência está ligada também à capacidade de autoconsciência, controle de impulsos, empatia e habilidade social. O quanto essas características vêm sendo avaliadas pelas companhias na escolha de seus conselheiros? Como os aspectos comportamentais podem impactar a dinâmica do board e, consequentemente, influenciar a tomada de decisões? Quais os riscos de um conselho debilitado em inteligência emocional? Essas e outras questões serão debatidas no Grupo de Discussão Governança. Participe!

 

8h15 – 9h
Café da manhã

9h – 9h20

Introdução

Henrique Luz, sócio da PwC

9h20 – 11h

Debate

Painelistas:

> Antonio Carlos Pipponzi, presidente do conselho de administração da Raia Drogasil

> Luiz Aguiar, presidente do conselho de administração da Paranapanema

> Sandra Guerra, sócia diretora da Better Governance

Debatedores:

> Jorge Maluf, sócio da Korn Ferry Executive Search (Hay Group)

> Vicky Bloch, sócia da Vicky Bloch Associados

 

Faça sua inscrição

Até 18/jul: Assinantes: R$ 390,00 • Não-assinantes: R$ 468,00

Após 18/jul: Assinantes: R$ 449,00 • Não-assinantes: R$ 539,00

Até 18/jul: Membros do Clube: R$ 234,00

Após 18/jul: Membros do Clube R$ 269,50

 

Informações

   

 


Local


Restaurante Praça São Lourenço
Rua Casa do Ator, 608 – São Paulo – SP

 

Realização


Quer receber em primeira mão as reportagens e os encontros da Capital Aberto? Envie a mensagem “subscrevo” para nosso Whatsapp: 11 98350 3891

 



Participe da Capital Aberto: Assine Experimente Anuncie


Tags:  conselhos de administração PwC ​governança corporativa Inteligência emocional

Compartilhe: 


Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Culpada ou inocente?
Próxima matéria
Visão de futuro




Recomendado para você




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Culpada ou inocente?
Diretor financeiro da gestora Sequoia Capital, Chris Cooper afirma que constantemente conversa com executivos de companhias...