Sem ninguém de fora

Com a intenção de manter sua controlada sob rédea curta, a britânica BG prefere não ter independentes

Especial / Governança Corporativa / Edições / Temas / Conselhos de Administração - Coletânea de Casos / Reportagem / 1 de novembro de 2009
Por 

Este conteúdo é restrito a assinantes! Faça login >

paywall2 paywall

Se já é assinante, faça login:



Participe da Capital Aberto: Assine Experimente Anuncie


Tags:  Governança Corporativa conselho de administração

Compartilhe: 


Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Conselho sem vínculos
Próxima matéria
Desafio de gigante




Recomendado para você




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Conselho sem vínculos
O Novo Mercado determina que ao menos 20% dos membros do conselho de administração das companhias listadas sejam independentes....