Posições a favor

Nesta semana, enquanto o vale-tudo tomava conta do ringue do embate entre o governo Dilma e a Operação Lava Jato, investidores aproveitaram os preços diminutos das ações para reorganizar suas participações societárias. Estrangeiros como BlackRock e Capital World Investors ampliaram a presença no …

Seletas/Editorial/Edição 22 / 18 de março de 2016
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


Nesta semana, enquanto o vale-tudo tomava conta do ringue do embate entre o governo Dilma e a Operação Lava Jato, investidores aproveitaram os preços diminutos das ações para reorganizar suas participações societárias. Estrangeiros como BlackRock e Capital World Investors ampliaram a presença no capital da Cetip e no da concorrente BM&FBovespa, respectivamente — a BlackRock ainda aproveitou para fazer o mesmo na BRF. Os japoneses da Nippon, há tempos em contenda com os ítalo-argentinos da Ternium, conseguiram a aprovação do conselho de administração para avançar sobre o capital da abatida Usiminas, injetando na empresa a montanha de R$ 1 bilhão.

Em outra frente, os controladores do Indusval apresentaram uma proposta de oferta pública para adquirir as ações em circulação no mercado e fechar o capital do banco. O mesmo tentou fazer a Prumo Logística — mas, nesse caso, o plano foi barrado pela falta de credores para financiar a empreitada. A intenção de saída da bolsa pegou mal entre os investidores, conforme mostra a reportagem de SELETAS. Antes chamada de LLX, lançada por Eike Batista na bolsa como pré-operacional, a Prumo esboçava os primeiros lucros consistentes no balanço quando veio a decisão de deixar o pregão.

Na capa desta edição, o projeto da BM&FBovespa para reforma das regras de governança corporativa do Novo Mercado. Intensamente criticado por ter cedido espaço a práticas danosas, o segmento será agora reavaliado por meio de uma ampla e bem organizada audiência pública promovida pela Bolsa. Será a oportunidade para retomada de questões cruciais como obrigatoriedade de oferta pública em aquisição de participação, exigência de capital mínimo em circulação e regras para fechamento de capital. O processo deve se estender até o começo de 2017.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 36 00

Mensal

Acesso Digital
-
Desconto de 10% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Completa

R$ 42 00

Mensal

Acesso Digital
Edição Impressa
Desconto de 10% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Corporativa

R$ 69 00

Mensal

Acesso Digital - 5 senhas
-
Desconto de 15% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Clube de conhecimento

R$ 89 00

Mensal

Acesso Digital - 5 senhas
-
Desconto de 20% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital | Acervo de Áudios



Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  bmfbovespa Seletas editorial Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Depois da seca
Próxima matéria
PL prevê criação da sociedade anônima do futebol



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Depois da seca
As imagens da terra árida e rachada nas represas do sistema Cantareira se tornaram símbolos da crise hídrica que assolou...
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}