PCAOB lança guia prático para auditores

Internacional / Reportagem / Edição 22 / 1 de junho de 2005
Por 


O Public Company Accounting Oversight Board (PCAOB), órgão não lucrativo criado pela lei Sarbanes- Oxley (SOX) para supervisionar o trabalho dos auditores de companhias abertas, publicou um guia com o objetivo de ensinar os profissionais da área a implementar os seus padrões de controles internos sobre os relatórios financeiros.

O manual foi elaborado em resposta às preocupações levantadas no fórum promovido em abril pela Securities and Exchange Commission (SEC) para debater as dificuldades das empresas de colocar em prática as regras de controles internos requeridos pela seção 404 da Sarbanes. No encontro, investidores e auditores deram sugestões para melhorar a implementação de controles internos nas empresas e mostraram preocupação com relação aos custos deste processo.

Segundo William J. McDonough, presidente do PCAOB, a avaliação dos controles internos e o processo de auditoria têm potencial para melhorar significativamente a qualidade e a confiabilidade dos relatórios financeiros. “Por meio do guia lançado, assim como pelas nossas futuras inspeções, estamos comprometidos em verificar se a implementação das regras padronizadas foi feita de modo a capturar os benefícios do processo sem resultar em custos desnecessários e insustentáveis”, afirmou.

Para garantir eficiência já em 2005, o PCAOB está focado em melhorar os dois fatores que mais influenciam os gastos: a dimensão dos trabalhos de auditoria de controles internos e a quantidade necessária de testes para eficácia desses controles. Também foi sugerida pelo PCAOB, para melhor cumprimento das normas estabelecidas, a integração da auditoria de controle interno com a de relatórios financeiros e o julgamento próprio da elaboração dos planos de auditoria no lugar de um checklist padronizado.


Quer continuar lendo?

Você já leu {{limit_offline}} conteúdo(s). Gostaria de ler mais {{limit_online}} gratuitamente?
Faça um cadastro!

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!


Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie

Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Calpers coloca cinco empresas na berlinda
Próxima matéria
Companhias antecipam conflitos de interesses




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Calpers coloca cinco empresas na berlinda
O Calpers, maior fundo de pensão norte-americano com US$ 182 bilhões em ativos, anunciou o nome das cinco empresas que farão...