Por 


A BM&FBovespa está desenvolvendo o software que será utilizado para entrega do formulário. Será possível testá-lo?
A Bolsa disponibilizará o sistema para testes a um grupo voluntário de companhias, analistas, escritórios de advocacia e bancos. O plano é ter o sistema habilitado para arquivamento dos formulários a partir de abril. Até lá, empresas que tiverem de entregar o novo IAN (em razão de uma oferta pública) deverão preencher as informações em word, transformar o documento em versão pdf e arquivar via IPE (o sistema de informações da CVM).

Caso o espaço disponível para a resposta seja insuficiente, como a companhia deve proceder?
O programa foi desenvolvido para oferecer espaço superior ao usualmente utilizado. No entanto, caso haja necessidade, a companhia pode entrar em contato com a CVM e solicitar mais espaço.

Companhias que entregarem o formulário de referência relativo ao exercício de 2009 antes da disponibilização do software deverão reenviá-lo quando o novo sistema entrar em funcionamento?
A CVM acredita que serão poucas as companhias nessa situação. Por isso, analisará, caso a caso, a necessidade de reapresentação do formulário.

O software de arquivamento do formulário é o único meio obrigatório de divulgação?
Por enquanto, sim. Mas, em 2011, todas as companhias do grupo A deverão ter um website onde estarão disponibilizadas as mesmas informações que atualmente são arquivadas na CVM. Este site, de responsabilidade da companhia, poderá ser a mesma seção na internet hoje dedicada a relações com investidores.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  CVM legislação societária Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Robozinhos controversos
Próxima matéria
Passando o bastão



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Robozinhos controversos
A blogueira e analista de empresas de tecnologia Renee Diresta aproveitou o seu espaço no site O’Reilly Radar, especializado...