Pesquisar

|

|

Pesquisar
Close this search box.
Bovespa Mais: é só o começo

Para atender ao segmento das médias e pequenas empresas em fase de crescimento e ampliação de liquidez e que ainda não estão prontas para cumprir as rígidas exigências do mercado de capitais, foi criado o Bovespa Mais, um mercado alternativo que possibilita às companhias listadas obterem o reconhecimento e despertarem o interesse dos investidores.

O Bovespa Mais é um segmento do mercado de balcão organizado e administrado pela Bolsa de Valores de São Paulo, no qual podem ser listadas apenas companhias abertas com registro na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Este segmento tem como objetivo acolher as empresas que sejam particularmente atrativas aos investidores que buscam aplicações de médio e longo prazo e cuja preocupação com o retorno potencial sobrepõe-se à necessidade de liquidez imediata.

As regras são bem parecidas com as do Novo Mercado: o ingresso no Bovespa Mais exige práticas avançadas de governança corporativa, o que garante mais segurança ao investidor

O Bovespa Mais ainda é pouco explorado pelo segmento ao qual ele é destinado, o das pequenas e médias empresas. Talvez falte informações sobre esse mercado. Os números mostram que, por enquanto, apenas companhias de porte maior estão abrindo capital e indo direto ao Novo Mercado, onde já existe a confiança dos investidores.

As exigências para ingressar no Bovespa Mais não são tão simples como se imagina. Para entrar neste segmento, as empresas devem demonstrar uma estratégia gradual para acessar o mercado de capitais. E, por meio de relatórios e balanços, provar que seu mercado de atuação é forte e dinâmico e que a intenção é alcançar patamares superiores de exposição no mercado de capitais, com transparência, liquidez mínima (free float) e ampliação da base de acionistas.

É importante dizer que nesta modalidade as corporações têm o compromisso de assegurar mais direitos e informações aos investidores, com regras muito parecidas com as do Novo Mercado, se adequando às práticas avançadas de governança corporativa, o que garantirá mais segurança ao acionista e um crescimento sustentado.

Pelas regras, as companhias participantes têm de alcançar, em sete anos de listagem, um free float (volume de papéis em negociação) equivalente a 25% do capital. Além disso, deve manter uma média de dez negócios por mês e presença em 25% dos pregões, no fim de cada exercício. Caso a empresa não atenda a essas duas alternativas, o contrato de listagem no Bovespa Mais é cancelado.

Essa modalidade foi inspirada no AIM, mercado alternativo da Bolsa de Valores de Londres, voltado à pequena empresa, com valor de mercado de 40 milhões de libras esterlinas, o equivalente a R$ 158 milhões.

No Bovespa Mais, os critérios referentes à saúde financeira são avaliados permanentemente. A empresa não pode, por exemplo, apresentar simultaneamente cinco anos consecutivos de prejuízo nem patrimônio líquido negativo nos últimos três. Ou cinco anos de patrimônio líquido negativo e prejuízo nos últimos três. Caso isso ocorra, há o cancelamento do contrato de listagem.

Enfim, o fortalecimento do mercado de capitais está diretamente ligado ao crescimento da economia brasileira, como comprovam os números. Não deve demorar muito para o País conquistar o investment grade (grau de investimento), fortalecendo, com isso, a entrada de capital estrangeiro no mercado acionário. No entanto, o aproveitamento deste novo cenário pelas empresas vai depender muito de sua governança.


Para continuar lendo, cadastre-se!
E ganhe acesso gratuito
a 3 conteúdos mensalmente.


Ou assine a partir de R$ 34,40/mês!
Você terá acesso permanente
e ilimitado ao portal, além de descontos
especiais em cursos e webinars.


Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o limite de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês.

Faça agora uma assinatura e tenha acesso ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais


Ja é assinante? Clique aqui

Acompanhe a newsletter

Leia também

mais
conteúdos

APROVEITE!

Adquira a Assinatura Superior por apenas R$ 0,90 no primeiro mês e tenha acesso ilimitado aos conteúdos no portal e no App.

Use o cupom 90centavos no carrinho.

A partir do 2º mês a parcela será de R$ 48,00.
Você pode cancelar a sua assinatura a qualquer momento.