Sustentabilidade terá modelo de análise

Edição 51 / 1 de novembro de 2007
Por 


Quanto custa ajudar uma instituição filantrópica? Qual o impacto nos lucros da empresa que reaproveita a água usada nas fábricas? Certamente, as iniciativas em prol de questões socioambientais não traduzem apenas a vontade das empresas em fazer o bem. Sustentabilidade também dá dinheiro, seja pela melhoria de imagem perante o público (atraindo mais consumidores), seja pela economia com o reaproveitamento de resíduos ou até pela garantia de matéria-prima para o futuro. Sendo assim, esses cifrões devem ser considerados na hora de determinar o valor de uma companhia. O problema é fazer essa conta.Para ajudar os analistas de mercado a traduzir em números a responsabilidade social das S.As listadas, a Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais (Apimec) vai lançar um Guia de Análise Fundamentalista de Sustentabilidade. A idéia, segundo o assessor da entidade, Roberto Gonzalez, é ensinar os profissionais a obter respostas para as perguntas acima. “Já estamos acostumados a trabalhar com bens intangíveis nas avaliações. A questão, agora, é incorporar os ativos sociais”, diz.

Segundo ele, assim como é possível prever um ganho para o negócio a partir de uma simples premissa sobre a cotação do dólar no futuro, também é válido estimar quanto uma medida ambiental poderá afetar as vendas de uma empresa. Uma das formas de fazer isso é estudar a reação do mercado em situações passadas. Avaliando, por exemplo, quanto o preço de uma ação variou na ocorrência de um vazamento de produto químico ou na obtenção de um selo social. A previsão é de que o guia fique pronto no primeiro trimestre de 2008.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 4,90 (nos 3 primeiros meses).
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie

Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Localiza fala de bolsa para público interno
Próxima matéria
Trampolim para iniciantes



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Leia também
Localiza fala de bolsa para público interno
Cotação das ações, transparência para o investidor, sigilo de informações, auditoria. Esses termos podem ser bastante...