Preparando os herdeiros para o IPO de uma empresa familiar

Família & Negócios no Mercado de Capitais/Edição 43 / 1 de março de 2007
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


Uma das inúmeras questões que empresas familiares enfrentam quando pensam em abrir o capital ao mercado é a reação de seus herdeiros e as conseqüências desta decisão para o futuro. Indiscutivelmente eles serão os grandes beneficiários desta decisão se a mesma for tomada de forma coerente com os valores da família, sua missão e, acima de tudo, sua expectativa em relação ao patrimônio familiar.

Dentre as vantagens que podemos citar — e que são primordiais nas considerações sobre a abertura de capital — estão os aspectos de governança. Eqüidade, responsabilidade e, principalmente, transparência são elementos que permitirão à família encaminhar a gestão futura de forma muito mais profissional. É claro que uma boa gestão é o que se espera de qualquer empresa, bem como um compromisso de seus gestores com o futuro da organização e sua sustentabilidade. Mas não há dúvidas de que a abertura de capital, especialmente se considerados os padrões de governança exigidos atualmente, traz essa perspectiva de forma mais consistente.

Os familiares passam a ser não apenas executivos capacitados, mas também profissionais avaliados pelo mercado como tal, o que confere nova dimensão à sua atuação. A percepção do mercado — e sua forte influência sobre o valor das ações e o patrimônio familiar — torna-se um elemento novo e essencial para a gestão, que passa a ser voltada ao objetivo comum (da família e demais acionistas) de criar valor, desprezando-se os casuísmos típicos da empresa familiar. No lugar de um patrimônio avaliado por questões emocionais e ligadas à história da família, entra o monitoramento diário e rigoroso da gestão feito pelo mercado, cujos resultados serão expressos com base em parâmetros objetivos.

Portanto, se os ganhos de gestão e sustentabilidade estiverem entre as razões que suportam a decisão de abertura de capital, eis aí um pressuposto relevante para que este processo seja bem-sucedido. Mas se esta decisão for tomada levando em conta somente o aspecto financeiro, possivelmente enfrentará reações adversas ao longo do tempo. Para se evitar equívocos deste tipo, é recomendável que o processo de preparação de uma empresa para a abertura de capital enfatize o treinamento de seus futuros controladores, tanto no papel de gestores perante os acionistas, como naquele de acionistas perante os demais gestores.

É fundamental que eles tenham conhecimento das regras que regem o mercado, das implicações jurídicas e, acima de tudo, da responsabilidade corporativa que terão de assumir

Costuma-se preparar herdeiros para serem acionistas de uma empresa de capital fechado, valorizando-se os conhecimentos técnicos e o relacionamento societário. Porém, quando a empresa se propõe a enfrentar a realidade do mercado de capitais, é essencial um treinamento aos herdeiros que seja dirigido a esta nova fase e inclua, entre outros itens, o conhecimento das regras que regem o mercado, as implicações jurídicas e, acima de tudo, a responsabilidade corporativa que incidirá sobre eles como administradores de uma companhia aberta.

Muito provavelmente, além de gestores, os herdeiros serão integrantes do conselho de administração, um órgão que, além de representar os acionistas, é responsável pela continuidade da organização. Deverão, portanto, aprender a ser, não apenas executivos, mas também conselheiros, com toda a visão estratégica e a capacidade de monitoramento que se espera desses profissionais — ainda que sejam parte também da gestão.

Abrir o capital de uma companhia familiar é dar aos herdeiros uma oportunidade única de se tornarem co-gestores de um processo de crescimento pessoal e profissional, além de uma ótima chance de criar valor para a sociedade como um todo.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie

Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Securitização de créditos públicos requer cuidados
Próxima matéria
Pequeno dicionário de um IPO



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Leia também
Securitização de créditos públicos requer cuidados
Sempre buscando novos nichos de atuação, o mercado de capitais mais uma vez inovou ao extrapolar a esfera do capital...
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}