Bolsa registra recorde de IPOs no mês de outubro

Edição 39 / 1 de novembro de 2006
Por 


A Bovespa contabilizou o ingresso de seis companhias em outubro — Klabin Segall, Santos Brasil, M. Dias Branco, Profarma, Terna e Brascan —, recorde de estréias em um único mês, desde que foram retomadas as ofertas iniciais de ações (IPOs), com Natura, em 2004. No ano, 21 companhias ingressaram na bolsa, 133% a mais do que em 2005 e 200% acima de 2004. Na avaliação do mercado, uma conjunção de fatores inibiu, a partir de maio, novas aberturas de capital. A fuga dos investidores estrangeiros foi uma delas, já que tornou mais complexa a formação de preços de ativos novos.

“Quando os pregões começaram a mostrar volatilidade, em maio deste ano, muitas empresas que abririam o capital por questões estratégicas preferiram aguardar um momento mais adequado”, comenta Denise Pavarina, diretora de mercado de capitais do Bradesco. Na opinião do gestor de fundos da Itaú Corretora, André Lion, a queda no preço das commodities, que prejudicou os papéis de diversas empresas, também contribuiu para deixar o ambiente menos atrativo. Além disso, não devem ser esquecidas as chamadas “janelas” do mercado internacional — intervalos em que os estrangeiros estão mais atuantes. No primeiro semestre, o período vai de março ao início de julho. No segundo, a movimentação começa na segunda metade de setembro, após as férias de verão, e vai até meados de dezembro.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a algumas reportagens.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!


Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie

Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Após dois anos, debêntures conversíveis voltam ao mercado
Próxima matéria
Legião de fiéis




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Após dois anos, debêntures conversíveis voltam ao mercado
Três ofertas de debêntures conversíveis em ações (DCAs) estão em análise na Comissão de Valores Mobiliários...