Megatendências para fazer dinheiro

Em Investment Megatrends, Dr. Bob mostra como escolher ações em linha com as mudanças no perfil de poupança e consumo dos próximos 20 anos

Prateleira/Edição 34 / 1 de junho de 2006
Por 


ed34_p064-064_pag_1_img_001No início da década de 80, o futurólogo John Naisbitt lançava Megatendências, um best seller instantâneo que abordava a mudança no perfil das sociedades e os efeitos sobre seus hábitos. Podemos dizer que Bob Froehlich bebeu da mesma água algum tempo depois, mas sob a lente do investidor. Em Investment Megatrends, Doctor Bob (como é conhecido em suas várias aparições na mídia) projeta modificações marcantes na demografia de alguns países ou regiões nos próximos 20 anos e avalia como esta nova configuração afetará os comportamentos de consumo e poupança das sociedades envolvidas. Uma vez detectadas estas tendências, o investidor experimentado pode, então, identificar as empresas com maior probabilidade de tirar proveito do novo ambiente de negócios.

Dr. Bob identificou quatro grandes tendências:

• O envelhecimento da geração norte-americana chamada de “baby boomers”: sociólogos costumam chamar americanos nascidos entre 1946 e 1964 por este apelido devido à elevada taxa de natalidade na época. Estes 76 milhões de indivíduos (1/4 da população americana) começarão a atingir os 60 anos em 2006. Entre 2010 e 2030, o número de cidadãos americanos com mais de 65 crescerá de 39 milhões para 69 milhões de pessoas (20% da população).
• A integração dos trabalhadores do leste europeu: o envelhecimento da população do oeste europeu, desenvolvido, deverá criar boas oportunidades para absorver os trabalhadores do leste europeu, recém-admitidos à União Européia. E os sinais deste movimento estão presentes hoje. Pela 1ª vez na história da Alemanha, o número de indivíduos que entram no mercado de trabalho é menor que o dos que se aposentam. Neste ritmo, a força de trabalho alemã deverá diminuir 40% até 2050!
• O envelhecimento da população japonesa: ao contrário dos Estados Unidos, que tiveram 18 anos de baby boom, o Japão teve apenas três anos de alta taxa de natalidade após a guerra (1947-49). Este curto período, aliado aos fatos de que a sociedade é bastante fechada (imigração líquida igual a zero) e a taxa de crescimento da população é de apenas 0,05%, leva à fotografia de uma sociedade com perfil da idade cada vez mais avançado. Para se ter uma idéia, em 2025, um quarto da população terá mais de 65 anos, e haverá 2,1 trabalhadores para cada cidadão com mais de 65 anos (em 2000, eram 3,9).
• A nova geração de consumidores chineses: a população chinesa (1,3 bilhão de pessoas) cresce a uma taxa de 0,58%, 2,5 vezes a taxa da comunidade européia e 12 vezes o crescimento da população japonesa. Em média, esta população é significativamente mais jovem que as do mundo desenvolvido, e apresenta uma taxa de poupança altíssima, de 35% do PIB. Esta incrível massa de recursos está sendo canalizada para vultosos investimentos em infra-estrutura que devem levar a China ao primeiro lugar no ranking das economias nos próximos 20 anos.

Investment Megatrends
Dr. Bob Froehlich Wiley 262 páginas Lançado em 3/1/2006

O reflexo sobre os padrões de consumo será enorme: hoje em dia, apenas 4 milhões de chineses ganham mais de US$ 10 mil por ano; mas, em dez anos, este número deve exceder 150 milhões de pessoas.

Dr. Bob sugere cinco empresas para aproveitar as megatendências. Em alguns momentos, porém, as justificativas carecem de profundidade e até de conexão com as quatro forças motrizes.

Como forma de avaliar o sucesso deste portfolio recomendado até o momento, levantamos o retorno das 20 ações nos últimos três meses (o livro foi lançado este ano), e o comparamos com a variação do S&P500. A carteira construída com a mesma proporção em cada papel teve um retorno acumulado de 2,8%, contra 0% do S&P500. Anualizando este retorno, chegamos a um desempenho estelar em relação à referência média do mercado. Mas como as megatendências devem provocar as mudanças propaladas ao longo dos próximos 20 anos, ainda é muito cedo para comentar as recomendações de Dr. Bob. Como dizem no jargão do mercado, os seguidores de Dr. Bob terão de “pagar para ver”.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 36 00

Mensal

Acesso Digital
-
Desconto de 10% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Completa

R$ 42 00

Mensal

Acesso Digital
Edição Impressa
Desconto de 10% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Corporativa

R$ 69 00

Mensal

Acesso Digital - 5 senhas
-
Desconto de 15% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Clube de conhecimento

R$ 89 00

Mensal

Acesso Digital - 5 senhas
-
Desconto de 20% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital | Acervo de Áudios



Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie

Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
A chance é agora
Próxima matéria
Dados confirmam Londres como novo destino dos IPOs



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Leia também
A chance é agora
Empresários confiantes, com olhos no longo prazo e motivados para expandir seus negócios são a matéria-prima que não...
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}