Cyrela estréia em bolsa com elevação inédita de preço

Edição 26 / 1 de outubro de 2005
Por 


Diante de uma demanda seis vezes superior à oferta de 52,3 milhões de ações ordinárias, o Credit Suisse First Boston (coordenador da operação) fechou em R$ 15,00 o preço por ação da construtora — cuja faixa inicial havia sido estabelecida entre R$ 11,50 e R$ 14,00. A alteração não desanimou os interessados e, ao final do lançamento, a procura já excedia em oito vezes a oferta.

A Cyrela Brasil Realty figura entre as maiores construtoras e incorporadoras do segmento residencial e é a 15ª companhia a listar ações no Novo Mercado, segmento dedicado a empresas que voluntariamente adotam práticas de governança corporativa e de transparência superiores às exigidas pela lei. Passa a integrar também o grupo de 43 companhias que compõem o ITAG (Índice de Ações com Tag Along Diferenciado) e o IGC (Índice de Governança Corporativa) da Bovespa, que reúne outras 57.

Com a oferta pública global foram captados R$ 784,5 milhões, que devem ser investidos na concessão de um maior volume de financiamento a clientes e na aquisição de terrenos. A operação foi composta por uma oferta primária de 34,1 milhões de ações e por outra, secundária, de 18,2 milhões, e elevou o free float (percentual de ações livres para negociação no mercado) de 8,2% para 41,49%.

A carteira de novos acionistas é formada por mais de 100 investidores institucionais, 70% deles estrangeiros. Fontes próximas à operação afirmam que ordens de compra foram colocadas por 90% dos que participaram dos road shows realizados e que o volume de investidores pessoa física no lançamento totalizou 1,4 mil CPFs.

Procurada para comentar a oferta, a Cyrela optou por se pronunciar a imprensa somente após a conclusão do processo de incorporação que está sendo realizado pela Brasil Realty.


Quer continuar lendo?

Você já leu {{limit_offline}} conteúdo(s). Gostaria de ler mais {{limit_online}} gratuitamente?
Faça um cadastro!

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!


Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie

Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Vôos mais altos
Próxima matéria
Recorde de emissões em 2005 se aproxima dos R$ 50 bi




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Vôos mais altos
  O ano 2005 tem tudo para ficar marcado pela volta das empresas de médio porte à bolsa de valores. Freqüentadoras...