Estréia em boa performance

Edição 17 / 1 de janeiro de 2005
Por 


ed17_p046-047_pag_1_img_002As companhias que lançaram ações no ano passado não podem reclamar de liquidez. Seus papéis já registram volumes superiores aos de empresas muito mais tradicionais na bolsa de valores. Em novembro, as ações da ALL Logística e da Natura movimentaram, respectivamente, R$ 113,9 milhões e R$ 94,5 milhões, superando as ações preferenciais de companhias como Telemig Celular (R$ 92,1 milhões), Ultrapar (R$ 85,5 milhões), Souza Cruz (R$ 81,3 milhões) e Pão de Açúcar (R$ 70,7 milhões). Os papéis preferenciais da Gol, que giraram R$ 32,8 milhões no mesmo mês, superaram as ações PN de empresas como Duratex e Cosipa. Segundo estudo da Economática, as sete companhias que abriram o capital em novembro negociaram, juntas, R$ 899,4 milhões, o que corresponde a 4,33% do Ibovespa.

De modo geral, companhias com padrões mínimos de transparência e governança corporativa – listadas nos níveis 1, 2 ou Novo Mercado da Bovespa – já são representativas nos volumes totais da bolsa. No mês de novembro, até o dia 25, o volume acumulado com ações das empresas listadas nestes três segmentos era de R$ 7,3 bilhões, o equivalente a 35,29% do total transacionado na Bovespa. A quantidade de empresas listadas nos três níveis passou de 35, em janeiro, para 46, em novembro.


Quer continuar lendo?

Você já leu {{limit_offline}} conteúdo(s). Gostaria de ler mais {{limit_online}} gratuitamente?
Faça um cadastro!

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!


Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie

Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Mais ofertas, menos fechamentos de capital
Próxima matéria
Na cola do BNDES




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Mais ofertas, menos fechamentos de capital
Muito se falou que 2004 foi o ano da retomada das aberturas de capital. Mas pouca gente lembrou que este foi também...