Diretor da Saint Paul motiva voluntários para educação

Edição 111 / 1 de novembro de 2012
Por 


A rotina de José Claudio Securato é repleta de reuniões, aulas e criação de conteúdo voltado para a formação e capacitação de executivos, mas o diretor da escola de negócios Saint Paul também reserva um bom tempo para se dedicar à educação em comunidades carentes. A história começou em 2008, quando Securato resolveu colocar em prática a antiga ideia de participar de algum trabalho social. O primeiro passo foi patrocinar um dos projetos da ONG Ação Comunitária, fundada em 1967, que já conta com mais de 138 mil crianças, adolescentes e jovens.

“A doação financeira é muito importante, mas é também a maneira mais simples de participar de um projeto social. Quis ir além e busquei me envolver no dia a dia da ONG”, declara Securato.

De 2010 a abril de 2012, ele ocupou a Presidência do conselho diretor e entrou de cabeça nos projetos da Ação Comunitária. Promoveu ainda uma forte aliança entre a entidade e a Saint Paul ao convencer seus colaboradores e funcionários a atuarem como voluntários nas comunidades. “Os voluntários participam como professores, trabalham nas obras de reforma das salas de aula ou nos eventos da instituição”, relata o diretor.

A Ação Comunitária atua principalmente pela educação em regiões de alta vulnerabilidade social. O primeiro passo para um projeto sair do papel é identificar quais as comunidades que demandam os serviços da ONG. Em seguida, a entidade busca parcerias com líderes locais, empresários e voluntários para viabilizar o trabalho. A Ação Comunitária foca a alfabetização, o reforço escolar e a qualificação profissional, ajudando desde crianças nos primeiros anos de vida a jovens com 21 anos de idade.



Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Saint Paul José Claudio Securato Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Covered bond aterrissa na América Latina
Próxima matéria
Advogados ajudam catadores de lixo a obter indenização




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Covered bond aterrissa na América Latina
Bastante utilizados nos países europeus, os covered bonds (CBs) são um meio de funding imobiliário ainda pouco difundido...