Oportunidades da

reforma tributária sustentável

Patrocínio

cdp

Encontro

Oportunidades da reforma tributária sustentável

Como os setores privado e financeiro podem se beneficiar dessa iniciativa

o que esperar

Simplificar e reduzir a vasta gama de impostos e taxas que incidem sobre o setor produtivo e simultaneamente favorecer uma economia verde que enderece os desafios ambientais e climáticos que o Brasil enfrenta. Esse é o objetivo da Reforma Tributária Sustentável, iniciativa gestada por 12 organizações da sociedade civil e que defende um conjunto de nove propostas para tornar o sistema tributário brasileiro mais simples e socialmente justo. Entre as medidas recomendadas, está a criação de critérios de governança climática e ambiental para distribuição dos recursos arrecadados pelo novo tributo (IBS), o reforço da governança climática e ambiental local e a tributação sem aumento de carga tributária de emissões de gases de efeito estufa e sobre externalidades ambientais negativas.

Para debater os princípios dessa iniciativa, sua viabilidade e as mudanças que pode gerar na nossa sociedade, a Capital Aberto convidou Gustavo Souza, gerente de políticas públicas para América Latina do CDP, André Lima, coordenador do programa Radar Clima e Sustentabilidade do Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS) e Anna Carolina Mattioli, gestora executiva de tax da EDP no Brasil para uma conversa no Conexão Capital. 

O encontro aconteceu no dia 13 de outubro de 2020.

Convidados


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Quero me cadastrar! Já tenho cadastro!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Acessar loja >