A influência das redes sociais 

 nos investimentos

20.10.2020 às 18hs

encontro online

A influência das redes sociais nos investimentos

Especialistas discutem os limites do uso dessas plataformas para comunicação com os investidores

o que esperar

Quem é investidor e usa redes sociais provavelmente já deve ter se deparado com o termo fintwit: a comunidade do mercado financeiro no Twitter. O grupo é formado por influenciadores digitais, gestores de recursos, traders, investidores e curiosos, que gostam de trocar conselhos, ideias e palpites sobre investimentos e economia. E o Twitter não é a única plataforma que vem ganhando relevância nesse cenário. Várias redes sociais têm sido usadas para disseminar em massa informações sobre o mercado de capitais. 

Mas até que ponto essa tendência é saudável? As informações divulgadas nas redes sociais têm influenciado movimentos na bolsa de valores? Quais são os limites para manifestação individual de participantes com grande poder de decisão, como os gestores de recursos? Esse tipo de comunicação deveria ser regulada para impedir excessos e possíveis manipulações?

Para responder a essas e outras questões, a Conexão Capital convida Fabiane Goldstein, sócia-fundadora da consultoria Inspir, para mediar uma conversa com Guilherme Cooke, diretor jurídico e de compliance da gestora Vitreo, e Luis Fernando Affonso, diretor de compliance da gestora Franklin Templeton.

O encontro é dia 20 de outubro, às 18h. Para se inscrever, clique aqui.

Convidados


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Quero me cadastrar! Já tenho cadastro!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Acessar loja >