Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.
Gestora americana realiza compra e venda de ações da JBS num intervalo de cinco dias
Iniciativa da Capital Research Global Investors pode ser considerada um movimento natural de rotação de portfólio
Gestora, Gestora americana realiza compra e venda de ações da JBS num intervalo de cinco dias, Capital Aberto

A gestora americana Capital Research Global Investors, que possui mais de US$ 2,2 trilhões sob gestão, fez um movimento um tanto quanto curioso num intervalo de cinco dias com as ações da JBS, embora a iniciativa possa ser entendida como um movimento natural de rotação de portfólio.

No último dia 5 de abril, a CRGI havia informado a JBS que havia diminuído sua participação na empresa, passando de 111,767 milhões de ações ordinárias para 110,878 milhões de papéis, equivalente a 4,99% do total de ações.

Curiosamente, nesta quinta-feira (11), a gestora anunciou o aumento de fatia na JBS, passando de 110,878 milhões de papéis ordinários para 112,413 milhões de ações, o que corresponde a 5,07% do total de papéis emitidos.


Saiba a importância de preparar a sua empresa para um novo cenário no curso Litigância Climática


No comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a CRGI disse à JBS que a iniciativa trata apenas de um investimento minoritário que não altera a composição do controle ou a estrutura administrativa da companhia.

Durante este intervalo de compra e venda de ações pela gestora, o papel ordinário da JBS apresenta uma alta de 4,94% na semana. Em abril, até o dia 10, o papel tem alta de 3,77%. No ano, a baixa é de 10,44%.

Por volta de 15h40 desta quinta, a ação ordinária da JBS caia 0,13%, a R$ 22,32, num dia de grande volatilidade para o mercado, quando a maioria dos papéis caem. O Ibovespa, principal índice da B3, cai 0,27%, aos 127.705 pontos.

Greenwashing é a última grande notícia vinda dos EUA

Em fevereiro deste ano, a JBS tornou-se alvo de uma ação movida pela procuradoria da Justiça de Nova York, que acusa a empresa de greenwashing, uma vez que a companhia de proteína pretende zerar suas emissões de gases de efeito estufa até 2040, embora pretenda expandir sua produção nos EUA.

Na visão da procuradoria de Nova York, no entanto, a JBS assumiu seus compromissos sem ter calculado o impacto de toda a sua cadeia de suprimentos. Na ação, a Justiça pede que a empresa pare de divulgar sua campanha de net zero, faça auditorias independentes e pague multas e indenizações, que serão definidas em julgamento.

Em 2021, a maior processadora de carnes do mundo anunciou o compromisso para se tornar net zero até 2040. Na ocasião, a empresa afirmou que a iniciativa vale para todas as operações globais, assim como para a cadeia de valor, que engloba produtores agrícolas e demais fornecedores.


Para continuar lendo, cadastre-se!
E ganhe acesso gratuito
a 3 conteúdos mensalmente.


Ou assine a partir de R$ 34,40/mês!
Você terá acesso permanente
e ilimitado ao portal, além de descontos
especiais em cursos e webinars.


Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o limite de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês.

Faça agora uma assinatura e tenha acesso ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais


Ja é assinante? Clique aqui

mais
conteúdos

APROVEITE!

Adquira a Assinatura Superior por apenas R$ 0,90 no primeiro mês e tenha acesso ilimitado aos conteúdos no portal e no App.

Use o cupom 90centavos no carrinho.

A partir do 2º mês a parcela será de R$ 48,00.
Você pode cancelar a sua assinatura a qualquer momento.