Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.
Com “Magnificent Seven” em alta, S&P 500 atinge máxima histórica
Empresas como Amazon, Apple, Meta e Microsoft levam o índice para a marca inédita de 5.000 pontos
S&P 500, Com “Magnificent Seven” em alta, S&P 500 atinge máxima histórica, Capital Aberto

O S&P 500, índice que engloba as 500 maiores empresas da bolsa americana, fechou o pregão desta sexta-feira (09/02), atingindo pela primeira vez na história a marca de 5.000 pontos. O índice subiu 0,57% a 5.026. Nas últimas 15 semanas, o índice fechou com crescimento em 14 delas. Além disso, as chamadas “Magnificent Seven” (ou as “Sete Magníficas”, no Brasil), que incluem empresas como a Alphabet (gestora do Google), Amazon, Apple, Meta, Microsoft, Nvidia e Tesla, têm obtido resultados recentes “magníficos”.

A Meta chegou a alcançar a maior alta em valor da história da bolsa americana, chegando aos US$ 200 bilhões em somente um dia. Uma das ações com maior impacto na marca foi a Disney, que obteve um crescimento de 11% no fechamento de quinta-feira (08/02).


Aprenda a nova face da realidade no curso Assembleia de Acionistas Hoje


Outro fator que influencia nessa marca é a sinalização do Fed (Federal Reserve Bank) de que irá reduzir a taxa de juros básica da economia dos Estados Unidos ainda neste ano, o que favorece o mercado de ações. Conforme dados coletados pela Bloomberg, a primeira vez que o S&P 500 fechou em 2.000 pontos foi em 2014, 3.000 pontos somente em 2019 e 4.000 em 2021. Quando colocados em comparação, o crescimento exponencial dos últimos anos fica evidente.

“O grande impulsionador da recuperação é a constatação de que é improvável que a economia dos EUA vacile da forma que o prognosticador médio esperava”, disse Yung-Yu Ma, diretor de investimentos da BMO Wealth Management. “Uma economia melhor, lucros saudáveis e uma inflação mais baixa são o combustível.”

Apesar do marco de 5.000 pontos, há cautela de que a recuperação de quase 20% do S&P 500 desde o início de novembro possa atingir um obstáculo em breve. A Fed manteve a sua principal taxa de juro no máximo dos últimos 22 anos pela quarta reunião consecutiva na semana passada e, embora as autoridades tenham sinalizado a sua abertura para eventualmente reduzi-las, isso não acontecerá imediatamente.

“Este é o ano do touro”, disse Mary Ann Bartels, estrategista-chefe de investimentos da Sanctuary Wealth, que está aumentando a exposição da empresa às Big Tech. “Os mercados podem ficar instáveis, mas ainda vemos a força continuando no final do ano, mesmo com fortes avaliações de crescimento. A liderança permanece na tecnologia, uma vez que a IA contribuirá para o crescimento da produtividade e dos lucros das empresas.”


Para continuar lendo, cadastre-se!
E ganhe acesso gratuito
a 3 conteúdos mensalmente.


Ou assine a partir de R$ 34,40/mês!
Você terá acesso permanente
e ilimitado ao portal, além de descontos
especiais em cursos e webinars.


Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o limite de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês.

Faça agora uma assinatura e tenha acesso ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais


Ja é assinante? Clique aqui

mais
conteúdos

APROVEITE!

Adquira a Assinatura Superior por apenas R$ 0,90 no primeiro mês e tenha acesso ilimitado aos conteúdos no portal e no App.

Use o cupom 90centavos no carrinho.

A partir do 2º mês a parcela será de R$ 48,00.
Você pode cancelar a sua assinatura a qualquer momento.