AL deve receber US$ 557 bilhões em investimentos em transporte e infraestrutura

O mais recente estudo da PwC sobre transportes e infraestrutura, Assessing the global transport infrastructure market: Outlook to 2025, aponta que os gastos com grandes projetos na América Latina devem alcançar US$ 557 bilhões anuais nos próximos dez anos. No Brasil, esse número deve atingir a …



O mais recente estudo da PwC sobre transportes e infraestrutura, Assessing the global transport infrastructure market: Outlook to 2025, aponta que os gastos com grandes projetos na América Latina devem alcançar US$ 557 bilhões anuais nos próximos dez anos. No Brasil, esse número deve atingir a cifra de pouco mais de US$ 300 bilhões por ano em 2025.

Acesse: http://goo.gl/UBsx7r

 

Gostou do artigo?

Cadastre-se e não perca nenhum texto deste canal.
Receba por e-mail um aviso sempre que um novo texto for publicado.



Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Quero me cadastrar!

Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui > 2

teste

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Acessar loja >




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  PwC infraestrutura transportes Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
CVM inclui derivativos nos cálculos de recompra e divulgação de participação relevante
Próxima matéria
Ano de avanços



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





APROVEITE!

Adquira a Assinatura Superior por apenas R$ 0,90 no primeiro mês e tenha acesso ilimitado aos conteúdos no portal e no App.

Use o cupom 90centavos no carrinho.

A partir do 2º mês a parcela será de R$ 48,00.
Você pode cancelar a sua assinatura a qualquer momento.

Leia também
CVM inclui derivativos nos cálculos de recompra e divulgação de participação relevante
Os contratos de derivativos entraram na malha fina da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). A novidade é resultado...