- Capital Aberto - https://capitalaberto.com.br -

Balcão também pode ser lugar de ETF

A CAPITAL ABERTO recebeu hoje a visita de Andrew Kyzyk e Jason Paltrowitz, diretores do norte-americano OTC Market Group, plataforma de negociações de ativos no mercado over-the-counter (OTC, o balcão gringo). Eles contaram que, nos próximos meses, devem dar o primeiro passo para a existência de um produto semelhante ao exchange traded fund (ETF) a ser negociado no mercado de balcão. Pretendem criar o índice QX ADR 30, que reunirá os 30 papéis de ADRs mais líquidos do segmento QX (com regras de transparência mais rígidas). Uma das companhias presentes será a brasileira Cielo.

O ETF se tornou uma alternativa segura e fácil para quem quer aplicar na bolsa de valores. Ele permite a diversificação da carteira com a facilidade de negociar uma só ação. Com a criação de um índice para o mercado de ADRs de balcão, faltará o aval da Securities and Exchange Commission (SEC) para autorizar um fundo listado na plataforma OTC que espelhe o QX ADR 30.

Segundo Paltrowitz, o grupo vem conversando com o regulador norte-americano para que seja elaborada uma regra específica. Ele acredita que até o fim do ano a SEC tomará as primeiras medidas para regulamentar o produto. Entretanto, diferentemente do ETF, que é cotado em tempo real, essa ferramenta deve ter cotações divulgadas diariamente.

Atualmente, há 52 empresas brasileiras listadas na plataforma do OTC Market Group, nove delas no segmento QX (ALL, Cielo, Hypermarcas, JBS, Klabin, Localiza, Lupatech, MRV e Kroton).