Miriam Kênia

Do “contas a receber” para o caixa

Sem impacto no endividamento e acessível às empresas de capital fechado, o FIDC consolida-se como um canal competitivo para captar recursos com investidores


Passagem para o crescimento

Ainda despreparadas para encarar a bolsa de valores, companhias buscam o capitalista de risco para ganhar musculatura e aprimorar seu modelo de gestão


Dividindo capital e poder

Com o cenário internacional instável, as condições para uma abertura de capital mudaram. Mas há sinais de retomada à vista, e este é um bom momento para arrumar a casa


Página 4 de 4